“9 arquitetos/9 propostas de moradia”, França

O objetivo da mostra “9 architects/9 proposals to live” (9 arquitetos/9 propostas de moradia) é revelar casas autorais – todas construídas -, criadas por arquitetos antenados não só nos programas dos projetos em si mas em questões fundamentais como sustentabilidade, mostrando várias opções do morar contemporâneo, inteligente, em sintonia com os novos tempos.

As residências possuem áreas que vão de 40m², a menor delas, construída na ilha de Brännö, na Suécia, local onde carro é proibido, à maior do grupo com área de 400m², na Provence, na França. Para tanto, os curadores Jean-Pierre Blanc, diretor da Villa Noailles, e a arquiteta Florence Sarano, que também assina a cenografia da exposição, nortearam o conceito expositivo em torno do número nove.

A Villa Noailles (nô-ái) é uma fundação dedicada ao experimentalismo na arquitetura, na moda, no design e na fotografia. Foi originalmente construída como a casa de veraneio de um dos casais mais excêntricos e chics que a Europa já viu: os viscondes Charles e Marie-Laure de Noailles. Tombada pelo Patrimônio Histórico, a vila é, em si mesma, um statement arquitetônico modernista projetado por Mallet-Stevens, em 1923. É um lugar dedicado à vanguarda das manifestações artísticas, privilegiando a arquitetura, a moda, o design e a fotografia.

9 propostas de 9 arquitetos

Para essa mostra sobre arquitetura contemporânea foram selecionadas 9 casas construídas em 9 países da Europa, assinadas por 9 escritórios de arquitetura de 9 nacionalidades diferentes. Todos os 9 projetos primam pela originalidade das propostas, bem distintas umas das outras, em áreas construídas que variam de 40m² a 400m². “Através dos universos pessoais de cada arquiteto, descobrimos as questões que os movem, suas referências e ferramentas para refletir sobre a moradia”, explica o diretor da Villa Noailles e curador da mostra. “É a partir desses questionamentos, propostas, memórias, referências, formação, pesquisas e posicionamentos sobre o morar, que ele cria sua própria linguagem”, conclui Jean-Pierre Blanc.

A tríade: arquiteto, cliente, terreno

No entanto, quando arquiteto se encontra com o cliente dá-se o início a uma história entrelaçada com a cultura de ambas as partes, que será decodificada pelo profissional de acordo com seu universo estético. Há uma outra questão fundamental que vem a seguir: o local em que se encontra o terreno. A mostra sugere revelar esses universos e abordar algumas questões. Qual é o papel do universo pessoal do arquiteto em projetos como dessas moradias tão particulares? Esses projetos são laboratórios para outros? Será que projetos audaciosos como esses geram novos estilos de vida?

Villa Noailles, marco da arquitetura dos anos 1920

Situada nas colinas da província do Var, em cima de Hyères, no sudeste da França, a Villa Noailles é um dos pequenos museus mais cultuados do país. Sua arquitetura, em si só, é um marco. Além de ter sido projetada por um dos maiores arquitetos da época, o francês Robert Mallet-Stevens (1886-1945) – pronuncia-se: rô-bér mai-ê sti-vêns -, é uma das primeiras construções no estilo modernista na França.

Assista ao vídeo sobre a arquitetura de Villa Noailles, projeto do arquiteto modernista francês Robert Mallet-Stevens, em 1923:

Charles e Marie-Laure de Noailles

Foi originalmente construída, de 1923 a 1925, para servir como a vila de veraneio de um dos casais mais excêntricos e chics, que a Europa já viu: os viscondes Charles e Marie-Laure de Noailles. Os dois eram moderníssimos, mecenas das artes, amigos de artistas.

Picasso, Dali, Cocteau, Man Ray…

Na coleção que amealharam, estão os maiores nomes das artes e do design da Europa de uma época. Esse grupo de talento era acolhido pelo casal nesta vila cheia de histórias. Alguns deles eram Salvador Dali, Giacometti, Pierre Chareau, Jean-Michel Frank, Man Ray, Jean Cocteau, Luis Buñuel, Mirò e Picasso.

Patrimônio Histórico da França

Em 1985, a Villa Noailles foi transformada em fundação e, quatro anos depois, a propriedade foi tombada pelo patrimônio histórico da França.

 

“9 architects/9 proposals to live”

De 19 de fevereiro a 25 de Março 2012

Villa Noailles

Montée Noailles

83400 Hyères, França

Tel: +33 (0)4 98 08 01 98

www.villanoailles-hyeres.com

 

Seguem os 9 escritórios de arquitetura que participam da mostra “9 arquitetos/9 propostas de moradia” na Villa Noailles:

Bélgica: Bassam El Okeily

Arquiteto: Bassam Okeily

Menten and Biekens House, Bilzen, Bélgica

www.bassamelokeily.com

Espanha: Fran Silvestre Arquitectos

Arquiteto: Fran Silvestre Navarro

Casa na encosta do Castelo, Ayora, Valencia, Espanha

www.fransilvestrenavarro.com

França: Rudy Ricciotti Architecte

Arquiteto: Rudy Ricciotti

Villa 356, Provence, França

www.rudyricciotti.com

Holanda: Search & CMA

Arquitetos: Bjarne Mastenbroek e Christian Müller

Villa Vals, Vals, Suíça

www.search.nl

www.christian-muller.com

Irlanda: Boyd Cody Architects

Arquitetos: Peter Cody e Dermot Boyd

Villa Bohermore, Graiguenamanagh, Irlanda

www.boydcodyarch.com

Itália: Spedstudio

Arquitetos: Andrea Ambroso, Enrico Dusi e Saverio Panata

Dependance, Gubbio, Itália

www.spedstudio.com

Portugal: Aires Mateus Arquitetos

Arquitetos: Manuel Aires Mateus e José Aires Mateus

Casa Leiria, Leiria, Portugal

www.airesmateus.com

Suécia: Johannes Norlander Arkitektur AB

Arquiteto: Johannes Norlander

Morran House, Ilha de Brännö, Arquipélago de Göteborg, Suécia

www.norlander.se

Suíça: Bassicarella Architectes

Arquitetos: Andrea Bassi e Bruno Carella

Casa de veraneio em Petit Lac, Sierre, Suíça

www.bassicarella.ch