“Alimentário”, Rio de Janeiro

O Patrimônio Alimentar brasileiro virou tema de uma grande exposição no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro através da mostra “Alimentário”. O foco é apresentar a formação de nosso paladar e trata a gastronomia e a herança gastronômica do país como arte, misturando chefs e artistas brasileiros.

São documentos, objetos, pesquisas de culinária, vídeos, obras de arte e imagens de pratos que envolvem os visitantes, despertando memória afetiva e culinária, além de esmiuçar a gastronomia brasileira. A exposição foi idealizada pelo chef Felipe Ribenboin, que tem passagens por restaurantes badalados como El Bulli e Arzak, em parceria com o chef Rodrigo Villela, e a curadoria é de Jacopo Crivelli Visconti.

A mostra é dividida em três partes diferentes. A primeira, Prelúdio, traz obras de nomes como Tauanay e registros de instalações de Ernesto Neto, reunindo as expedições de exploração do território nacional e toda a beleza da natureza grandiosa no Brasil. A segunda trata da cozinha indígena e tem como foco a mandioca, trazendo tanto gravuras, quanto objetos de cozinha dos índios.

A terceira, chamada Brasilidade, trata da miscigenação, os ciclos econômicos e a criação contemporânea. Obras de artistas como Beatriz Milhazes e Vik Muniz se misturam a fotos de pratos de quatro chefs, alguns dos mais importantes do país, Alex Atala (D.O.M.), Helena Rizzo (Maní), Rodrigo Oliveira (Mocotó) e Thiago Castanho (Remanso do Bosque).

 

“Alimentário”

12/6 a 10/8

Av. Infante Dom Henrique, 85 – Rio de Janeiro

http://mamrio.org.br/