Aromas da casa

Inspirada pelo Jardim de Giverny de Monet, a curadora do TASTE, Micaela Marcovici, dedica sua reflexão e ensinamentos a Cesar Giobbi, um mestre em Glamour e também curador do TASTE, e discorre sobre os aromas da casa e como perfumá-la com glamour seguindo umas regras de ouro e, claro, nosso nariz.

Olá, eu de novo falando de perfume, mas desta vez a pedidos, vou tratar dos aromas da nossa casa. Nosso ninho, reduto pessoal, melhor lugar do mundo… Sempre nas nossas lembranças, desde que a gente se sente como gente! Quem resiste ao cheiro de um pão quentinho saindo do forno? Ao cheirinho de bebê quando se entra no quarto de um recém nascido? Meio azedinho, porém doce. Ah! Quando eu recebia meus livros na escola, ficava folheando as páginas para melhor sentir seu cheiro de novo… E que tal o cheiro da poltrona de couro onde seu pai lia o jornal, fumando! Uma das melhores lembranças olfativas que tenho é o cheiro da lenha crepitando na lareira, tomando um chocolate quente com aquele aroma característico, hummm!

Aroma delicado = conforto, lar, aconchego

Pois é, aromas ou cheiros tanto faz. Eles estão nas nossas vidas, mas com a modernidade e todos os químicos adicionados aos produtos de limpeza…, muitas vezes, não sentimos mais nada!Tudo, assim, misturado, nosso pobre nariz fica perdido.Mas como os aromas são tão importantes para o conforto do lar, o ser humano criou uma forma de continuar com este habito lúdico de “farejar” nossa vida porque sem eles provavelmente ficaríamos carentes, sem rumo, até.

1º regra de ouro

Aromas de casa não existiam há 50 anos. Historicamente falando é um sopro de vento…um instante. Hoje, frente à variedade de escolhas, vou tentar mostrar, por partes, o que existe no mercado sempre com o Glamour em mente, lógico! Primeiro, nada de excessos, por favor! Não exceda em si mesma, nos produtos de limpeza que você usa normalmente em sua casa, nos seus pets, nem no dia em que seus amigos vêm visita-la. Esta é a regra de ouro número 1.

Maison Rigaud

Para os ambientes, opções é que não faltam acomeçarpelas velas perfumadas, que aliás foram as precursoras desta “moda”. A mania começou nos idos dos anos 50 com uma vela de ambiente para amenizar o cheiro de cigarros que reinava, sem restrições, nas salas. Afinal, todos, fumavam, escondidos ou não, e o cheiro tomava conta das roupas, cabelos,estofados, cortinas, ufa! Na França, inventaram as velas de cera mole, como as usadas nas Velas Rigaud, famosas até na Casa Branca, na época da Jacqueline Kennedy (representação máxima do Glamour), que existem ainda hoje, praticamente as melhores. Nunca as vi no Brasil, mas quem nunca foi à Paris? A Rigaud existe desde 1852, seus produtos estão em pontos de vendas finos na Europa e nos EUA.

Maison La Boite a Bougies

Outra maison de essências que sabe tudo sobre a arte de perfumar os ambientes é La Boite a Bougies, fundada em Strasbourg, na Alsácia francesa, em 1827, são os mais antigos fornecedores de velas aromatizadas e fornecem para casas reais. São eles que fornecem, entre outros, as velas Ladurée, sim, ela mesma, a deliciosa pâtisserie ao lado da Igreja de La Madeleine, e a da Mariage Frères de chás maravilhosos. Não preciso dizer mais nada. La Boite a Bougies não vende só velas.

Lampe Berger

Nos Anos 30, período Art Déco por excelência, o gosto democratizado por objetos belos levou à moda de perfumar os ambientes com fragrâncias. Com isso, as lamparinas que exalam perfumes como a Lampe Berger ganharam os ambientes. Hoje, são objetos de colecionador, estão nas grandes casas de leilões. São tão famosas que existem leilões na internet dos modelos mais raros.

2º regra de ouro

Voltamos ao Brasil. Aqui estamosvivendo a febre de aromas e como! Hoje, não existe uma loja que não tenha criado uma linha para casa e não estou falando só de decoração, mas designers de moda e até de rede de supermercados! Cuidado, Glamour, não é ter vários odores circulando pela casa e, sim, como seu perfume pessoal, escolher um aroma para personalizar seu lar. Esta é a segunda regra de ouro.

Algumas marcas ótimas

Existem incensos que queimam lentamente, os da L’Occitane com essência de laranja são deliciosos. No caso de aromatizador/difusor, aqueles bastões que são imersos numa essência (mas podem enjoar, porque não se tem controle sobre a intensidade) aconselho os da La Façon e da Entreposto. Os vaporizadores/ spray de ambientes são muito usados pela facilidade de aplicação: uma borrifada e sua sala ganha aquele perfume. O “Vento” da Osklen é um dos melhores para meu gosto. Le Lis Blanc também é uma grande distribuidora de composições aromáticas,como sachets e bolas de madeira aromatizadas com óleos essenciais.A Blue Gardênia e Trousseau por serem especialistas, vendem as Águas para passar nos lençóis e saquinhos para os armários, um charme.Finalmente a Tânia Bulhões criou uma linha completa, sua loja tem até uma sala só de aromas finos!

Pesquisas aromáticas

Você acha que acabou? Não, existe também o anel de cerâmica (coloca-se sobre a lâmpada com uma gota de óleo, uma só) que acendendo o abat-jour espalha o aroma. Há também o borrifador para ar condicionado, que já mereceu vários estudos, especialmente no Japão, sobre aromas que despertam a mente ou acalmam dependendo do objetivo da empresa.

Últimas dicas

Dá para escrever um livro! Ideias para casa não faltam, produtos menos ainda. Mas o importante é que o Aroma tem de ser seu… Não deve estar presente demais para não enjoar enão deve interferir na hora darefeição. Eledeveproporcionar o prazer olfativo, ser apreciado pelas crianças (críticos perfeitos) e não criar problemas com a bicharada. Glamour/Atitude é isso!

Até a próxima, com outro assunto!

 

Eis os sites das 10 marcas que citei:

www.bougies-rigaud.com

www.laboiteabougies.fr

www.lampeberger.com.br/lampe-berger-paris-brasil

http://br.loccitane.com

www.lafacon.com.br

www.entreposto.com.br

www.osklen.com

www.bluegardenia.com.br

www.trousseau.com.br

www.tbperfumes.com.br