Bellini

Com a chegada do verão, bebidas com baixo teor de álcool são as mais adequadas e mais agradáveis de beber na época de temperaturas altas. Enquadram-se nessa categoria as fermentadas como cervejas e vinhos, principalmente brancos. As destiladas, cujo teor alcoólico é bem mais elevado, também causam sensação refrescante quando servidas geladas ou com gelo, porém têm o efeito indesejável de causarem maior desidratação se comparadas com as primeiras.

No entanto, as variedades de bebidas fermentadas para consumo nesse período são poucas e quase sempre as mesmas. Surge agora uma oportunidade para aumentar as opções com uma bebida inventada há quase 80 anos! É o Bellini. Embora um nome familiar para muitos, bebe-lo era quase só em bares sofisticados das principais cidades mundiais. Inserido na lista oficial do International Bartenders Association como coquetel, o Bellini é também uma bebida requintada, pois seu serviço é feito em taças flute cujo formato remete aos melhores Champagnes e espumantes e ainda pelo charme da cor rosada.

A história do Bellini está intimamente ligada ao Harry´s Bar, em Veneza, aberto em 1931. Foi criado nessa década por seu fundador, Giuseppi Cipriani, que em 1948 assim o denominou pela semelhança com a cor da toga de um santo num quadro de Giovanni Bellini, pintor renascentista veneziano do século 15. Como curiosidade, credita-se também a Cipriani a invenção do carpaccio. Inspirado novamente pelo seu amor à arte denominou esse prato em homenagem a Vittore Carpaccio, outro pintor veneziano conhecido pelo uso dos tons vermelhos e brancos em suas pinturas.

O Bellini é uma mistura de purê de polpa natural de pêssego branco com vinho espumante prosecco e deve ser servido bem gelado. Com apenas 5% de álcool e sem adição de açúcar tem baixa caloria. Pode ser bebido como aperitivo, como coquetel e também para acompanhar refeições leves, frias ou quentes, preferencialmente pratos com ingredientes coloridos que se harmonizem com sua cor para uma interpretação estética similar àquela que inspirou Giuseppi Cipriani.

 

O Bellini é importado pela Expand.