Casa de veraneio em Petit Lac, Sierre, Suíça

Os jovens profissionais Andrea Bassi e Roberto Carella, à frente do Bassicarella Architectes, projetaram esta casa de veraneio em Petit Lac, em Sierre, no cantão de Valais, premiada em 2011.

Ficha técnica resumida:

Casa na Suíça

Escritório: Bassicarella Architectes

Arquitetos: Andrea Bassi e Roberto Carella

Casa de veraneio de Petit Lac, Sierre, Suiça

Área construída: 60m2 Finalizada em 2010

Petit Lac, Sierre

Essa summer house ou pavillon d´été, em francês, localiza-se em Petit Lac, em Sierre, no cantão suíço francês de Valais, região ao sul do alpino país, privilegiada por uma série de pequenos lagos (daí o nome Petit Lac). É um paraíso com natureza intocada, em pleno coração da Europa, aonde vivem cerca de 15 mil habitantes fixos.

Prêmio Patrimônio Suíço de 2011

Os dois arquitetos, Bassi, nascido em Lugano, na Suíça italiana, e Carella, natural de Berna, capital do país, completaram os estudos em Genebra. Em 2006, fundaram a Bassicarella Architectes que, hoje, possui uma carteira variada de projetos construídos e vem participando em mostras no país e na França. A dupla já abocanhou alguns prêmios, inclusive o do Patrimônio Suíço de 2011 justamente por esta Casa de Veraneio.

Arquitetura racional e emocional

“Há sempre algo de autobiográfico na arquitetura,” afirma Bassi. “Buscamos solucionar a tensão que existe entre o local, o programa da casa, a forma e a realização, tudo isso conceituado em um equilíbrio entre o racional e o emocional”, explica o jovem arquiteto.

Região tombada pela Unesco

O terreno está fincado em um vale de grande beleza natural, sob a guarda da montanha Lavaux, tombada pelo Unesco como patrimônio natural. A região é marcada pela presença de inúmeros muros de arrimo de pedra, técnica milenar para conter os platôs, no caso o de vinhedos, baseada em pedras arrumadas manualmente, ou seja, no embricamento de blocos de pedras.

Modernidade e arcaísmo

Utilizando o conceito dessa técnica construtiva arcaica, a casa de 60m2 foi escavada no subsolo, com interior em concreto armado do teto ao piso. Ela se projeta para o exterior com sua fachada em muro de arrimo de pedra, em total mimetismo com a natureza e em uníssono com as tradições locais, resultando na boa arquitetura onde o racional e o emocional dão as mãos.

www.bassicarella.ch