MOCA Cleveland, Estados Unidos

Localizado na intersecção entre duas grandes avenidas de Cleveland, nos Estados Unidos, está o moderníssimo prédio do Museum of Contemporary Art da cidade. A estrutura espelhada foi projetada pelo arquiteto iraniano radicado na Inglaterra, Farshid Moussavi, e já é um marco arquitetônico da cidade por sua originalidade e beleza.

Com seis facetas diferentes, o prédio tem formato que lembra um prisma e exterior revestido com aço inoxidável preto, que ajuda a refletir o ambiente ao redor. Uma das facetas é triangular e feita em vidro, fazendo com que seja possível enxergar seu interior mesmo de fora. Na parede que pode ser vista pelo vidro, a artista plástica alemã Katharina Grosse fez uma pintura vibrante com spray nas cores roxa, laranja e amarela, parte do museu como uma peça ‘não colecionável’.

Os paineis refletivos vão responder às mudanças climáticas e ao movimento ao redor do mundo, sempre fornecendo percepções diferentes aos visitantes. Suas múltiplas entradas foram pensadas por serem mais dinâmicas a atraírem ainda mais pessoas. “Nós descobrimos que esse aço inoxidável negro adquiria dinâmicas diferentes quando aplicado à nossa estrutura, com suas superfícies recebendo a luz e o clima de maneira diferente. Nós, eventualmente, entendemos o significado disso para um museu de arte contemporânea, que brinca com a ideia do agora”, declarou Moussavi.

No interior estão quatro andares ligados por uma grande escada em caracol branca, e cada um deles foi projetado para oferecer o máximo de flexibilidade e configurações diferentes para as exposições. Um ponto comum é que as paredes são pintadas de um azul intenso, que colabora com o caráter artístico do lugar. No último andar até mesmo o teto é pintado de azul, evocando o céu e um senso de continuidade, em contraste com a ideia tradicional das galerias normas, brancas, seladas, como um cubo pronto a ser explorada.

 

www.mocacleveland.org