“Ocupação Zuzu Angel”, São Paulo

O Itaú Cultural, em São Paulo, apresenta a exposição “Ocupação Zuzu Angel”, com mais de 400 itens da vida e obra pioneira na moda e militância contra a ditadura militar.

Um dos destaques da mostra são os 40 looks criados pela estilista, incluindo vestidos de noivas, trajes que ela usava em luto pela perda de seu filho, peças usadas em seu desfile de protesto em Nova York e peças da série pastoral. Outro momento da ocupação apresenta camisetas, fivelas e bolsas estampadas com seu icônico anjinho, uma de suas marcas registradas. Trechos do desfile feito em Nova York e objetos e fotografias de seu filho, Stuart Angel Jones, também podem ser vistos pelo público.

Sobre Zuzu

Zuleika Angel Jones gostava de ser chamada de designer. Ela foi pioneira na moda brasileira e começou sua trajetória com trabalho voluntário para as obras sociais de Sarah Kubistchek, montando uma oficina de costura em sua casa. A partir daí, Zuzu sentiu a necessidade de criar suas próprias peças e acessórios e começou uma carreira internacionalmente reconhecida.

Zuzu desenhava as estampas dos vestidos que criava, trazia rendas do Nordeste para os vestidos de noivas – transparentes e ousados. Concebia ainda a logomarca, a sacola, o papel de carta, a etiqueta, as estratégias de marketing. Lançou uma coleção brasileira, mas em Nova York. Juntou baianas, Lampião e Maria Bonita, working young ladies, pastorais e anjos, e tudo transformou em produtos com sua assinatura. Os estudos e bordados sobre o tema também estão na mostra, assim como mais de 20 croquis, moldes de outras criações, estampas e material gráfico que ela criou para etiquetar e embrulhar o seu trabalho.

Em sua busca pelo filho, a estilista escreveu e enviou cartas de denúncia a amigos, outras mães de desaparecidos, congressistas americanos, como Henry Kissinger, militares brasileiros, como o então presidente Ernesto Geisel, e intelectuais e artistas, como Chico Buarque. As mais importantes dessas missivas assinadas por ela própria e documentos – alguns inéditos, outros, cópias – e mensagens recebidas de amigos que a encorajaram ou lhe deram os pêsames também estão na exposição, assim como artigos publicados sobre ela na mídia nacional e internacional.

 

Ocupação Zuzu Angel

Até 11/5

Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô

Fones: 11. 2168-1776/1777

De terça-feira a sexta-feira, das 9h às 20h

Sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h

www.itaucultural.org.br