Rolex Mentor and Protégé

O programa Rolex Mentor and Protégé é uma iniciativa filantrópica que tem por finalidade encontrar jovens do mundo todo com aptidão para as manifestações artísticas e reuni-los com grandes artistas por um ano. Dessa forma, pretende-se criar uma relação tutorial entre eles, criando um ambiente de colaboração artística.

O objetivo principal é colocar jovens artistas em contato com personalidades renomadas para que possam desenvolver seu talento e aprender com as experiências de seus mentores.

Compartilhar, aprender e crescer

O projeto teve início em 2002 e perpetuou-se pelo mundo. Baseando-se na dinâmica de compartilhar experiências, aprender e crescer a partir do contato com elas, a Rolex pretende fazer uma contribuição significativa para as artes, em âmbito mundial. De acordo com o CEO da Rolex, Patrick Heiniger, o programa ajuda a perpetuar a “herança artística”, além de fazer uma contribuição única no campo da dança, cinema, literatura, música, teatro e artes visuais.

Projeto

Ao longo de um ano, o mentor passa em torno de seis semanas com o seu pupilo – tempo e lugar combinado em um acordo mútuo – dividindo conhecimento e informações valiosas. A Rolex providencia todo o suporte financeiro necessário, concedendo ao jovem aprendiz a quantia de 25 mil dólares, e ao mentor, um honorário de 50 mil dólares. Ao final do programa, a empresa continua apoiando e promovendo o trabalho do pupilo, tendo participação fundamental na sua vida e carreira.

Presença brasileira

O conselho de mentores escolhidos é formado pelas grandes personalidades das mais diversas áreas artísticas, entre eles a atriz Fiona Shaw, o ator Aidan Quinn, a soprano Jessye Norman, a coreógrafa e dançarina Pina Bausch e outros nomes de prestígio. Nesse seleto grupo, encontra-se um brasileiro conhecido mundialmente por suas contribuições para a MPB. Gilberto Gil está entre os tutores e, inclusive, já possui uma pupila: a musicista egípcia Dina El Wedidi, formada em idiomas orientais pela Universidade do Cairo. Suas músicas fazem uma reflexão sobre o folclore egípcio, e ela pretende uni-las às batidas ocidentais, tropicalistas do ex-ministro.

 

www.rolexmentorprotege.com