Vinhos para festas

Com a rápida aproximação da temporada das festas e a compra das lembranças já terminada, agora é hora de pensar nos vinhos. Como devem ser escolhidos para confraternizações improvisadas, jantares planejados com família, com amigos ou para presentear? Além de depender da preferência pessoal e do orçamento, seja você o anfitrião ou o convidado, eles devem ser bons, causar ótima impressão e receber elogios. Com milhares de rótulos à disposição e preços que podem chegar a três dígitos, isso não é tarefa muito fácil para o vinófilo noviço.

Independente daqueles fatores, há também que considerar a ocasião. No Natal, como anfitrião, a escolha deve recair de acordo com os pratos previstos para a ceia e/ou almoço do dia 25. Sendo normalmente muito variados, é praticamente impossível estabelecer uma harmonização tecnicamente planejada, pois esse não é o objetivo, mas sim oferecer vinhos que agradem facilmente. Brancos de Sauvignon Blanc e de Chardonnay, rosés, tintos de Cabernet Sauvignon e Pinot Noir e um Porto ou Late Harvest para sobremesa são apostas certas.

Porém, como convidado ou para presentear a decisão é diferente. Deve levar em conta o conhecimento de vinhos do anfitrião ou da pessoa a quem se destina, principalmente se a preferência da outra parte for sabida, mesmo não coincidente com a sua. Interesse gastronômico e origem étnica são outras formas de personalizar a escolha: se a pessoa aprecia carnes e não frutos do mar, dê vinho tinto; se for nativo ou descendente de italianos, por exemplo, escolha um bom vinho da mesma região da família.

Para celebrar o Ano Novo, o ponto alto da comemoração é a ceia e o réveillon. A escolha da bebida mais apropriada para esses momentos de grande euforia é instintiva e universal: o vinho espumante. Nesse caso, a harmonização com os pratos é secundária, pois sejam eles quais forem, os espumantes serão sempre os vinhos ideais para eles. Também não importa origem e marca. Da Itália, pode ser o Prosecco ou o Franciacorta, um dos ótimos brasileiros – existem vários – uma Cava espanhola ou o verdadeiro Champagne para quem pode celebrar em estilo, dos mais comuns aos Millésime.

Abaixo, sugestões de alguns vinhos em duas categorias de preço, uma acessível e outra mais luxuosa, para esses momentos especiais:

Mais baratos  Mais caros
Brancos
EQ Chardonnay – Casa do Porto Chablis Grand Cru Albert Bichot – Winebrands
Esporão Private Selection – Qualimpor Hermitage Blanc  J.L. Chave – Mistral
Casa Rivas Sauvignon Blanc Reserva – Premium Bâtard-Montrachet Grand Cru Bouchard – Millesime
Tintos
Desejo Merlot – Vinícola Salton The Armagh Shiraz Jim Barry – KMM
Estate Cabernet Sauvignon Trefethen – Vinci Gran Reserva 890 La Rioja Alta – Zahil
Santa Rita Medalla Real  – Grand Cru Barbaresco Angelo Gaja – Mistral
Quinta do Vallado Touriga Nacional – Cantu Château Pichon Lalande – World Wine
Sobremesa
Éden – Vinícola Perini Fontodi Vin Santo del Chianti – Vinci
Muscat de Beaumes-de-Venise – Ravin Tokaji Aszú Esszencia – Decanter
Espumantes e Champagne
Cave Geisse Brut – Vinícola Geisse Philipponnat Gran Blanc 2004 – Vinos e Vinos Ltda
Franciacorta Opera – Sonoma Perrier Jouet Brut Belle Epoque – Varanda
Cava Codorníu Pinot Noir Brut – Interfood Dom Pérignon Brut – Imigrantes Bebidas